Ainda não está claro quando um campeonato mundial de ciclismo virtual (eSports) será realizado pela UCI, mas com toda certeza eles estão interessados nesse movimento.

Leia também

 

Este ano a Zwift já criou um percurso virtual do Campeonato Mundial de Ciclismo. A britânica Dani Rowe testou a ferramenta, e aproveitou para treinar e estudar a melhor estratégia para a prova.

“Criamos o campeonato mundial de e-MTB, o primeiro será realizado em Mont-Sainte-Anne, no Canadá em 2019, mas eSports é outra coisa. Estamos muito interessados em esportes virtuais e também nas corridas tradicionais ao ar livre”, disse o presidente da UCI, David Lappartient a Cyclingnews.

“Estamos olhando para o futuro do ciclismo e, por isso, estamos ansiosos para ajudar no desenvolvimento do ciclismo virtual. Queremos garantir que isso aconteça de maneira adequada, criando algumas diretrizes e regras claras, incluindo regras antidoping.

“Participar de uma competição de ciclismo eSports é muito diferente de outras competições virtuais (eSports),  porque no ciclismo não é apenas virtual, você tem que pedalar, fazer um esforço físico real. Poderíamos um dia ver Peter Sagan competindo em corridas virtuais. Eu acho que seria ótimo ciclismo”, completou Lappartient.

Fonte: Cyclingnews